Amigo Gozando Dentro Da Buceta Da Mulher Do Corno

visualizações

40 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

Amigo Gozando Dentro Da Buceta Da Mulher Do Corno

Amigo Gozando Dentro Da Buceta Da Mulher Do Corno

Ele, aproveitando a proximidade dela tirou o pau da boceta da namorada deixando-o duro, apontado para cima, a centímetros do rosto da morena. Beijo na piroca de todos vocês leitores, e se gozarem imaginem que estão gozando nos meus peitinhos. Ele escorregou a mão para dentro da minha calça, me tocando com os dedos… Me atrevi a olhar para trás, e era um homem alto, grisalho e sorria para mim de um jeito estranho.

Vc gozou mais uma vez, já tinha muita gente.

Toni começou a enfiar a mão por dentro da blusinha que ela usava sem sutien, acariciou as tetas por baixo.

Depois desse dia ficamos mais amigos…Passei a comentar coisas do meu trabalho,e num desses comentários falei que meu sogro era um cara maduro,mas que era um garanhão safado e que as mulheres da empresa dele eram loucas por ele;foi quando a Graça(a lésbica) falou que elas só davam em cima dele porque ele era o dono da empresa;falei que não,que era porque ele tinha fama de bem dotado e que era muito safado e deixa as mulheres loucas por ele;e que ele nunca tinha me falado de intimidades dele com as mulheres.

ISSO ANTONIO, FODE, METE ESSA ROLA PEQUENA DE CORNO MANSO EM MIM, ANDA, TO MANDANDO VOCÊ METER, SEU BROXA. Não deixou eu me levantar , até estar totalmente nua.

""Conheci um jovem casal, Ismael e Célia. Mas que tinha sido bom pois ainda fizera ela gozar mais profundamente. Nunca vou me esquecer do dia que comi a irmãzinha puta do meu amigo.

Segurei em suas coxas e levantei um pouco suas pernas, e chupei sua buceta como se beijasse ela na boca, ela gemia e soltava gritinhos de tesão, contraía a barriga e a xoxotinha, apertando minha cabeça contra seu sexo molhado, passava a mão nos peitos e apertava, mordiscava a boca e se contorcia, até que apertou minha cabeça com as coxas e uma mão no meio de suas pernas, prendeu-me, e então eu enfiei a língua o máximo que pude dentro de sua bucetinha e ela gemeu alto e me apertou mais ainda, num gozo incontrolável em minha boca que a fez soltar um urro de tesão, pude sentir seu melzinho em minha boca. E, um por um, vieram e, como lobos na carniça, babaram muito em minha buceta bebendo meu gozo.