Baiana Do Encontros Picantes Caindo De Boca Na Pica

4 min

Categoria:

Tag: , , , , ,

visualizações

4 min

Categoria:

Tag: , , , , ,

Baiana Do Encontros Picantes Caindo De Boca Na Pica

Baiana Do Encontros Picantes Caindo De Boca Na Pica

E agora aqui estou eu,tarde da noite nesse prédio sozinha com o Guilherme e com uma chuva caindo lá fora…Fui despertando aos poucos e apoiada no colo dele senti suas lágrimas caindo no meu braço. Meu alvo era os dois comedores. Que olhos grandes ela tinha, que boca grande e sexy, lábios carnudos que faziam a minha pica mediana sumir. meu deus! Que era aquilo, saí pensando que queria ser aquele biquíni, que vontade de chupar aqueles peitos até eles secarem e de meter meu pau naquela buceta à dentro!Ela saiu da água se enxugou e me perguntou que horas eram, foi quando eu me liguei que estava sem relógio! A partir daí começamos a trocar idéia! O nome dela era Natália, tinha 32 anos e uma história com o clube parecida com a minha, que já ia lá desde pequena! Saímos de lá, e foi quando antes de ir embora rolou aquele beijo que a língua de um se transformou numa escova!A noite teve show de uma banda cover dos Beatles, ela chegou lá e nossa presença no show não durou nem 20 minutos! A gente começou a se beijar as mãos começaram a ficar bobas, quando eu perguntei pra ela se queria ir para um lugar mais calmo.

O filho da puta ainda me sugeriu contratar um garoto de programa… eu pirei… rodei a baiana… mas como era eu quem estava precisando da ajuda, me acalmei e disse-lhe que conversando com o meu pastor da igreja, ele me disse que se eu fizesse isto com o pai da minha filha não seria pecado.

Bom, o tempo foi passando e como eles mudaram para uma outra cidade, nossos encontros ficaram mais raros fazendo assim com que nossas “brincadeirinhas” esfriassem. E colocou mais um dedo em mim, sem voltar a me chupar ela usou a outra mão pra esfregar meu grelinho. – Você é louco? E se nos pegam lá no deposito? – falou isso me dando um empurrão de leve.

Seus dedos tocam minha coxa direita e meu corpo inteiro se arrepia, o movimento é suave, é como se ele nem estivesse me tocando.

– Como assim… hoje, não?Ela virou seu rosto para me olhar, a boca e os olhos numa expressão de surpresa.

Conversamos por mais de mês através do Whatsapp até que em determinado momento as conversas foram ficando mais picantes e começamos a flertar, o problema era só que a nossa agenda não se encaixava. Com o meu afastamento, ela se afastou também e começou a se ajeitar.