Coloquei No Cu Comi A Feminista Sem Camisinha E Depois O Cuzinho Gostoso Dela

visualizações

6 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , ,

Coloquei No Cu Comi A Feminista Sem Camisinha E Depois O Cuzinho Gostoso Dela

Coloquei No Cu Comi A Feminista Sem Camisinha E Depois O Cuzinho Gostoso Dela

Sabe que fico vendo isso só porque sinto saudades de você, né?– Toma jeito, vô… imagina se é por isso… tá ficando muito safado!– É verdade, vem cá, me dá um beijo bem gostoso!Fazendo cara de brava, ela sentou-se na colcha e eles se deram um beijo demorado. Sem calcinha em sinal de protesto! As feministas queimaram seus sutiãs nos idos dos anos cinquenta ou sessenta, mas se caso Raliely estivesse por lá teria de bom grado mandado suas calcinhas junto para o inferno!… Ah, esse mal humor.

Então ele mandou que eu colocasse a camisinha no pau dele e sentasse. Ele sem ação tentou sair, mas eu segurei sua perna com a outra mão e disse baixinho, só um pouquinho… Ele parou e espantado me viu enfiar a mão por dentro do short e tirá-lo pra fora, era lindo…Eu segurei bem rente a sua barriga, bem na base e então levei até meu rosto e cheirei, beijei, e comecei a chupar…Não demorou nem dois minutos e ele começou a esporrar, tirei a boca na hora e voou porra em todo o meu rosto, aquele cheiro forte me excitou mais ainda, depois de duas doses grossas de porra, eu pus a boca e comecei a chupar de novo, ele soltou mais dois jatos mais ralos, ele realmente não transava a muito tempo e acabei engolindo… Seu pau ainda continuava duro e eu continuei a chupá-lo com gosto, o que com Ricardo não era tão frequente, estava inebriada, foi qdo levantei e puxando ele pelo pênis o levei até o banheiro, tirei meu short e minha calcinha e abaixei na pia e qse implorando pedi pra ele transar comigo, ele tava super assustado, não sabia o que fazer, então peguei o pênis de novo e me posicionei facilitando o máximo sua penetração…comecei a empurrar meu corpo pra trás e senti ele me penetrando, estava tão molhada que ele com um pênis duro dando o dobro do meu marido entrou lisinho e aquele barulho peculiar ecoou no banheiro… Eu gemi e fui voltando meu corpo, acho que só consegui ir até o meio, pois já estava tremendo e empurrei de novo pra trás, comecei a gemer mais ainda, qdo senti sua mão em meu quadril e ele começou a bombar devagar…comecei a gozar e me senti mais molhada ainda… Começou a tirar qse tudo e empurrar de novo, era indescritível aquela sensação, estava segurando na pia e tentava empurrar meu corpo mais em seu pênis, senti ele parar e não aguentando comecei a rebolar loucamente num frenesi sem controle e muito, mas muito rápido. Quando ele finalmente meteu nela, enfiei minha língua em seu saco e passei também pelo cuzinho cheiroso de Érika.

Ela se apoiou na mesa, com os dois braços, e eu coloquei a camisinha rapidamente, e voltei a beijar.