Comendo a Loira no Banheiro

visualizações

6 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Comendo a Loira no Banheiro

Comendo a Loira no Banheiro

Fui ajudando-a, não era exagero pois ela estava mesmo de pernas moles. – Obrigado… ficou com vontade?Ela ficou vermelha antes de confessar que sim.

-A minha caçulinha tá me rejeitando?-Ah pai o senhor é corno, sabe como é ser rejeitado né… – Isa ria demais, fazendo seu pai rir também.

A minha mesmo deve estar sentando na pica de algum macho por ai, por isso que eu não tenho dó, se ofereceu eu to comendo mesmo.

Aquilo devia ser maravilhoso, uma sensação e tanto. Um homem de uns 40 anos, moreno, corpo malhado, alto e mto bonito. Meu nome é Ana Paula, tenho 21 anos, 1,70, peso 60 kg, sou loira, meus cabelos são curtos e repartidos ao meio na altura dos ombros.

Eu sempre fui mais franzino que ele, apesar de ter uma bunda mais redondinha e empinada e ele mais forte que eu.

Paralelamente, virei um comedor mulherengo que não perdoava ninguém, o que acabou por precipitar o fim do meu noivado, que já não vinha bem das pernas.

Ele insistia:Deixa eu ver ele então,e eu disse:Beleza,tudo bem. Meu “tatara tataravô” tinha uma fazenda de café aqui no sudeste na época que ainda se utilizava trabalho escravo.

Sentir seus lábios roçando intercalados com suas respectivas chupadas beirando os arredores de meu tão solitário e necessitado de SUA rola, meu cuzinho.

e moveu os quadris do lugar. De repente olho para trás e vejo meu pai tirando a roupa ele vem em minha direção e diz:_ O papai pode tomar banho com você como quando você era pequenino? Mas acho que dessa vez é você que terá que ajudar o pai rsrsrs.

Certa vez ela tinha ido ao banheiro e percebi que no computador dela o skype estava piscando. Ele me agarrou e me pôs contra a parede, o corpo dele estava quente, e ele com aquele sorriso de criança travessa que fazia eu me derreter todinha, me beijou e me pressionou contra a parede, quando pude perceber já estava com as pernas enroladas na cintura dele, uma das mãos dele estava na minha bunda a outra puxa meus cabelos.

Minha mulher era uma pervertida… mas eu adorava isso….

-Acho que você precisa gritar mais alto.