Fodendo O Cú Da Negra No Estacionamento

Fodendo O Cú Da Negra No Estacionamento

Fodendo O Cú Da Negra No Estacionamento

chegando lá os amigos de estavam no estacionamento da festa bebada chupando dois caras e a amiga que ligou nisso sua amiga veio ate mim e chamou pra participar da brincadeira, eu fui,amiga de titia pegou meu pau e começou um boquete gostoso. Ele começou a bombar e foi aumentando o ritmo, eu gemia de tesão por aquele homem gostoso me fodendo cada vez mais forte pedindo mais e mais. Era rosado, porém, sem veias saltadas, duro como uma barra de ferro, com mais de um palmo de comprimento. Inventei um pretexto, e finalmente convenci minha esposa para chamá-los para um almoço.

Eu dizia, no entanto, que ele e Meg sumiram da vista um do outro. Depois olhou para mim uma última vez e disse:– Boa noite. Malu era adorável, típica negra, cabelos crespos, um rosto lindo, olhos expressivos,vestia um shortinho jeans e uma blusa de alças que realçava seus seios pude perceber seus mamilos generosos eriçados.

Segurou firme em meus braços, apertando-os enquanto gozava, com um gemido alto e longo, eu não parava de meter e me posicionei mais por cima, fazendo com que meu cacete entrasse em sua buceta numa posição um pouco mais vertical, permitindo roçar em seu grelinho durante a penetração, o que fazia com que ela sentisse muito tesão e tivesse muitos orgasmos, até que sentimos meu pau pulsando de novo e ela me disse: me dá o leitinho de novo, não goza na camisinha, me dá! Se desvencilhou de meu corpo e num movimento rápido ficou de quatro, puxou a camisinha e com a boca no meu pau, punhetando, me fez gozar de novo, muito, inicialmente em sua boquinha, depois direcionou os jatos de porra para seus peitos e depois esfregou espalhando meu esperma em seus peitos com a cabeça do pau, lambuzando todo seu colo, passava a cabeça de meu pau nas aureolas dos peitos e nos mamilos, deixando tudo bem meladinho de porra. A boca dela era tão macia e a língua tão lisinha e molhadinha.