Levando A Amiga Para O Motel

4 min

Categoria:

Tag: , , ,

visualizações

4 min

Categoria:

Tag: , , ,

Levando A Amiga Para O Motel

Levando A Amiga Para O Motel

Me disse para entrar, me ofereceu uma cerveja do frigobar e disse que sua amiga já estava chegando. No dia seguinte eu já estava com a chave para tomar sol, liguei para meu sogro e perguntei se ele ia estar lá, pois gostaria de tomar sol, aí ele disse que ia ficar em casa pra me acompanhar, então eu falei nossa sogrinho, não tenho coragem de usar esse biquíni junto com o senhor, mas no fundo tava querendo é ver aquele tão falado cacetão na minha bucetinha, aí ele disse estou brincando já estou no trabalho pode ficar em casa a vontade.

Jamais havia se imaginado na cama com outro casal, e abominava a idéia de uma relação com outra mulher… Isso, claro, até o sexo oral feito pela amiga.

E eu incentivei mais ainda a molhar tudo e ela tentou fazer, mas com toda aquela excitação se você é mulher sabe que não é fácil, além de tudo, se ficar mexendo segundo ela, fica ainda mais difícil. Depois, colocou minha mãe de costas, abriu-lhe as pernas o máximo que era possível. Andando pela feira, perguntando preço e comprando algumas coisas, passei por um homem que estava sentado sobre umas caixas de madeira.

 Depois de uma meia hora chupando a rola e levando pinto de borracha no cú ele anunciou que ia gozar, fodendo minha boca cada vez mais rápido e urrando feito um animal até que senti aquele leite quente escorrendo pra dentro da minha boca.

Mas que traseiro gostoso! A bunda da Flavinha fez meu pau pulsar na hora, já pensei em levar ela direto para o motel …-Tio…TITIO!! O que aconteceu…está tudo bem?Eu estava parado segurando a tampa do porta malas e olhando fixo para o quadril da minha sobrinha como um adolescente. Para os homens levarem prostitutas para festa.

Trabalhava no centro do ria de janeiro e sempre via os cines pornô com uma vontade grande de conhecer, mas tinha receio que alguém visse e tal. De repente, ele tirou o caralho da minha boca e me mandou deitar no chão acarpetado.