Mais Um Video Caseiro Mulata Cavala Fazendo Hora Extra Do Comedor De Belo Horizonte – Mg

30 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

30 seg

Categoria:

Tag:

Mais Um Video Caseiro Mulata Cavala Fazendo Hora Extra Do Comedor De Belo Horizonte – Mg

Mais Um Video Caseiro Mulata Cavala Fazendo Hora Extra Do Comedor De Belo Horizonte – Mg

O dildo escapava direto do meu cu fazendo pressão pra fora e me levando ao êxtase, foi aí que entendi que era isso que aquelas mulheres deveriam sentir e assim conheci os vídeos de anal-squirt e vi que as sensações que elas tinham eram exatamente as mesmas que eu tive, me senti bem putinha, por aprender a gozar por trás, sem encostar no meu pau, gozei como menina e foi maravilhoso. Ainda mais que neste dia eu tirei o dia de folga e dei umas saidinhas a tarde, parecia que todos os homens sentiam que eu estava faceira, foi um dia de louco!"Quando ela aumenta a velocidade depois de uns 10/15 minutos me chupando, anuncio:Fomos para a varanda tomar cervejas, ela fez alguns aperitivos e logo depois nosso caseiro, vamos chamá-lo de Pedro chegou timidamente.

Ela era de Belo Horizonte, e vinha nos visitar com alguma frequência.

Nao pensei duas vezes e comecei a chupa-los! No meio de minhas caricias, eu percebia que o seu grilinho cada vez mais inchava e crescia… procurava por minha lingua, ja implorava por ela! Foi ai que eu pensei… tenho que dar a ela prazer a tal ponto que ela ira se arrepender de nao ter me conhecido antes e por isso nao vai me rejeitar quando souber quem eu sou! Foi ai que dei inicio ao meu trabalho… primeiro estimulei o precioso grelinho, com muito carinho com o meus dentes, depois, de leve, encostei a ponta da minha lingua nele dando inicia ao ciclo das caricias! Primeiro lambia o seu clitoris bem devagar… mas a medida que aumentava o seu tesao e com ele os seus gemidos e suspiros, minha lingua ficava mais rapida se transformando num nervoso chicotinho! Minha lingua, com movimentos bem rapidos, atingia com forca e carinho os mais secretou pontos do prazer feminino! Estava mesmo disposta em satisfaze-la por isso mantive por mais algum tempo aquele cansativo ritmo! Quando percebi que aquele anjo estava com orgasmo eminente retirei a lingua de seu clitoris! Foi nessa hora que aquela bucetinha maravilhosa procurou por minha lingua! Voltei a chupa-la… mais uma vez quando ela ia gozar tirei a lingua, mais uma vez a sua grutinha me procurou! Continuei fazendo a mesma coisa por mais um tempo! Era uma loucura, eu nao deixava o meu anjo gozar! Tomei aquela atitude pois sei que desse geito quando o orgasmo finalmente chega… Pretendia manter o ritmo por mais algum tempo, porem em uma de minhas investidas meu anjinho nao aguentou e no meio de suspiros e gemidos, bem baixinho e com a voz amedrontada ela falou: “por favor, desta vez nao para, pelo amor de Deus!!! Vai ate o final, por favor!!! Meu corpo, que ja estava cheio de tesao, se incendiou mais ainda! Percebendo a tortuta que estava fazendo com ela, resolvi que aquela era a hora… e fui fundo!! Continuei a chupa-la, senti aquela buceta vibrante em minha boca me implorando por mais! Meu anjo gritava: AAAAIIII… NAO PARA,, NAO PARA…EU VOU… Claro que ela nao disse, mas eu nao parei e senti cada contracao de seu gozo, ali em minha boca! Seu gozo veio em ondas, ondas de prazer como eu havia planejado!!! E quanto mais ela gozava, mais eu a estimulava fazendo com que o seu prazer nao acabasse! Ela respondia aos meus carinhos gritando, se contorcendo, gemendo, chorando de prazer! Aquela cena, daquele anjo se debatendo em gozo, me deixou tao alucinada de desejo que acabei gozando tambem, junto com ela! Foi nessa hora que eu parei de estimula-la, pois nao consegui manter o ritmo por causa do meu gozo… mas foi bem na hora, pois ela ja estava esgotada de tanto gozar! Depois comecei a chupar cada gotinha de seu gozo! Depois dei-lhe um beijo na boca para dividir com ela o seu proprio gostinho, ela estava tao esgotada que nem sei como conseguiu me beijar! Passamos um tempo deitadas, abracadas, para que as nossas respitacoes e pulsacoes pudessem voltar ao normal. Nesse momento não pude deixar de pensar no meu amigo, ele sempre gostou de contar vantagens para todo mundo, parecia que era o maior comedor da cidade (como se ninguém o conhecesse). ”Pensei que podiam ser uns extratos que eu pedira no final do dia, e resolvi abrir a mensagem.

Em certo momento vem uma mulher uma loira estilo cavala seios e coxas grossas e uma bunda brande mas bem definida, estava tipo uma saia branca aberta totalmente na lateral, muito transparente por baixo parecia ser short tbm branco mas de tecido bem maleável pelo que via quando ela acertava, um top branco e uma blusa de botão, quando ela já chegou já estava meio embriagada, depois chegou um homem e estava falando com ela e começou a rolar uma leve discissão, eu sentado estava na minha evitando até olhar para não ter problemas, o casal saiu e continuei na minha. Tudo começo quando agente foi passear em uma pracinha que tinha perto da minha vo quando vimos dois cachorros transando na época tínhamos 11 anos e não sabíamos o que era aquilo de pois fomos em bora eu lembrando da cena fomos brinca e perguntei se ela queria brinca de cachorrinho ela lógico aceito e logo fiquei em cima dela pra fazer igual ela disse mais vamos fazer igual o da pracinha tira a roupa ele tava colocando o negócio no outro e vc tem um parecido primo eu fui e subi nela e coloquei logo meu pinto na bunda dela ela disse que gostoso brinca disso ela viu meu pinto duro e disse vai primo eu fui e comecei a esfrega nela ela rebolava e tava bom e não gozava ainda mais mesmo assim fui ótimo lambi o rabinho dela aquela bunda pretinha pois ela é mulata bem gostosa e lambi sua buceta igual cachorro ela gemia e fico molhadinha em fim nossa vo nos chamos e tive que para mais teve mais nos próximos conto o que foi acontecendo durante esses anos""Ana Paula e Daniel se conheceram no colégio, começaram a ficar, de ficada em ficada, resolveram namorar sério, terminaram o colegial, entraram na faculdade.