Minha Esposa Chupando A Minha Rola E A Do Meu Amigo

Minha Esposa Chupando A Minha Rola E A Do Meu Amigo

Minha Esposa Chupando A Minha Rola E A Do Meu Amigo

Senti que o pau dele aumentava cada vez mais até que só a metade cabia na minha boca. Continuei montado nela, bombando com força e a Eloisa chupando a bucetinha da sobrinha.

O meu amigo coloca a minha esposa em pé no chão e a vira de costas.

Nao aguentava mais de tezao ai patricia saio por alguns minutos e voltou e falou vem amiga isso e pra voçê e deu a ela uma camizinha eu falei pera ai que isso ai patricia falou assim david quem ta na chuva e pra se molhar ai minha esposa assim calma amor nao vai me decpicionar voce acha que vou so chupar isso voce deve estar brincando senta ai e veja sua gata ser devorada por um outro macho e roger me olhou e deu uma piscada e falou relacha cara e curte a festa ai ela tirou a saia colocou a camizinha no roger e falou amor olha so isso vem aqui e curte o pau de roger nao era pequeno nao e ele colou a calcinha de lado e ela virou de costas pra min e encaixou o pau na buceta e sentou com uma vontade que entrou tudo de uma so vez e deu uma urrada e falou amigaaaa que delicia e patricia falou aproveita linda que e devora tudo e patricia assim relaxa querido que tua gata ta aproveitando e raquel falou assim amor olha so eu sentada em um pauzao deste e voce ai curtindo sua gata ser bem fudida quem diria e comecou a cavalgar no pau de roger e patricia do lado vendo minha esposa se deliciando. Eu chamei meu marido a principio ele não quis ir estava conversando com os amigos falou para eu ir sozinha, na mesma hora fui para casa da minha irmã chegando lá na mesma hora me pôs pra cozinha ela adorava minha comida além de não saber cozinhar muito rs, abriu uma garrafa de vinho e uma garrafa de caipirinha perguntou sobre o cunhado q não foi comigo, expliquei a ela e ficamos ali fazendo tira gosto e rindo das coisas da vida dela e das minhas e bebendo nosso vinho e a caipirinha ela me contava da relação dela com seu boy e eu a vida de casada, dávamos altas gargalhadas acabamos a primeira garrafa de vinho fomos pra segunda quando derrepente chamaram no portão ela foi atender era meu marido na hora pulei no seu colo já alterada e falei só faltava vc pra ajudar acabar com esse vinho, minha irmã só ria ele estranhou pq não somos de beber muito, indagou estamos comemorando algo rimos da cara dele e falamos não bobo ficamos bebendo sozinhas deu nisso, ele prontamente pegou seu copo e nos acompanhou estávamos na sala ouvindo musica não tinha maldade nenhuma no ar a tv ligada sem áudio fui passando os canais quando caiu no sex hot nos olhamos na hora e gargalhamos denovo, minha irmã se levantou trancou a porta disse está perigoso para vocês irem dormem ai, eu já estava esparramada no chão mesmo nem liguei ela não trabalhava no dia seguinte mesmo já estávamos todos pra lá de baguida.