Morena Bunduda Rebolando No Cacete

visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Morena Bunduda Rebolando No Cacete

Morena Bunduda Rebolando No Cacete

ia num puteiro, então vamos transformar… Pegou um cabo de aço dos aparelhos, bateu na minha bunda, doeu pra caralho…Ele me deaamarrou, e eu tive que chupar os 4 um por um"Aquela brincadeira de chupar o pau do meu irmão estava uma delicia, mas larguei aquele pau delicioso e me deitei na cama, meu irmão foi abrindo as minhas pernas e foi invadindo a minha bucetinha, com a sua língua quente e afiada, com dois dedos, socados no meu cuzinho, ele fazia um vai vem, muito gostoso que me fazia delirar, sua língua passeava por dentro e por fora da minha bucetinha, eu me contorcia de tanto tesão, eu soltava gemidos e sussurros, rebolando deliciosamente, eu apertava o seu rosto, contra a minha bucetinha e logo tive o meu primeiro orgasmo. quando ouvimos a água parar no banheiro nos recompomos;quando Moacir saiu com a toalha na cintura,notei,ou melhor,notamos que o acra tava meio excitado,pau meia bomba;chegou no meio do quarto e tirou a toalha nos mostrando um cacete enorme de uns 22 cm,grosso e inchado;todos nos olhamos e até Djalma disse: Porra,cara,que caralho é esse?E rimos,todos,excitados.

Coloquei o dele pra dar aquela relaxada e ela já delirando , coloquei a cabeça e forcei devagar…ela delirava de prazer…até que coloquei tudo e comecei a bombar…falei pra ela que não aguentava mais e ela pediu para que eu gozasse na cara dela.

No dia seguinte, voltei pela manhã para comprar o tal pacote que havia esquecido na noite Anterior, e lá estava a raimunda bunduda com seu marido que era o dono da loja, fiz perguntas, tirei duvidas, e o marido dela ali, sem saber que eu tinha comido o cu de sua esposa a noite toda no dia anterior, fim.

Passando a língua nos lábios grossos e manchados de batom verme1ho, a morena se virou com seu rabinho todo ensopado e passou a esfrega-lo em minha perna enquanto eu, com meu pinto de pedra, me acariciava sob o olhar provocativo da sua amiguinha, que lhe lambuzou o cuzinho.