Sexo Amador Mulata Peitudinha Cavalgando Com O Cuzinho Para O Amigo Do Marido De Sao Vicente

17 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

17 seg

Categoria:

Tag:

Sexo Amador Mulata Peitudinha Cavalgando Com O Cuzinho Para O Amigo Do Marido De Sao Vicente

Sexo Amador Mulata Peitudinha Cavalgando Com O Cuzinho Para O Amigo Do Marido De Sao Vicente

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

Grande SPEstava numa casa de swing aguardando meu parceiro que estava se divertindo em algum cubículo do lugar.

Logo elas deram um tempo e Eliana resolveu cavalgar em mim,sentou aquela buceta no meu pau e começou a rebolar em cima de mim,fazendo movimentos circulares que me deixavam maluco e me fizeram gozar,nisso ela se inclinou pra frente e começamos a nos beijar alucinadamente. Essa historia aconteceu quando tinha 23 anos com uma garota que conheci na internet chamada Camila(18 anos), ela mulata, 160cm, lábios grossos, peitos pequenos, bunda enorme. ""Oi pessoal, sou a Kelly (A PRIMEIRA TROCA) e como já tive oportunidade de relatar em meu primeiro conto, fizemos nossa primeira troca de casais com nossos amigos Paula e Mauro, tudo estava às mil maravilhas com nosso relacionamento a quatro, moramos no mesmo prédio e isso facilitava muito, só que para não tornar uma coisa rotineira, decidimos fazer nossas festinhas aproximadamente duas vezes ao mês (pra dar uma saudadezinha gostosa).

E como ela pulou… parecia que estava cavalgando um cavalo.

Cheguei em Belo Horizonte ainda pela manhã e já no hotel,era para seguirmos para o salão de conferência do hotel.

Com o outro braço ele me puxou pro colo dele, não sei o que pensei na hora, mas sentei no colo do Maurício e senti algo duro cutucando a minha bunda, acho que não fiquei sem cinco segundos no colo dele e logo levantei, acho que voltei a pensar direito e o medo de algum colega nos ver foi maior. por favor, me pediu meu marido. “Bem “ disse a minha mulher, “Quero te mostrar os lençóis novos de ceda que comprei para a nossa cama, quer ver”? Pegou na mão dele, puxou-o, o fez levantar e se dirigiu para o quarto.

Meus gemidos aumentam e o Pedro está entrando e saindo com seu dedo no meu cuzinho, ele então vem com seu pau e começa a forçar a entrada, estou num misto de dor, prazer e medo, mas não consigo sair, porque a curiosidade e o prazer são maiores.