Sexo Anal Depois Da Festa

visualizações

5 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , ,

Sexo Anal Depois Da Festa

Sexo Anal Depois Da Festa

A roupa do trote estava uma menina, mas nascia uma mulher aos olhos de Paulo.

Carlos estava com um tubo de creme na mão. Eles tomavam banho nos fundos da casa em um cômodo coberto, mas devido à infra estrutura da casa possuíam alguns orifícios.

” Recolheu as suas roupas apressadamente e correu para o banheiro. Eu respondi dizendo que era de São Paulo,que estava na casa de um amigo e que estava apenas à passeio tomando um ar e perguntei se ela morava na cidade,respondeu que sim,começamos a conversar,disse que se chamava Amanda e tinha 24 anos e a mesma perguntou minha idade,falei:Tenho 33 anos.

e falei pra ele que eu queria que ele me comesse…peguei uma camisinha e lubrificante….

Então marcamos na casa dele depois da aula, pq os pais dele trabalhava o dia td e ele ficava sozinho em casa. Transamos 1/2 vezes por mes e por mim transaria a cada 3 horas rs…-Ano passado meu marido viajou para visitar a família e eu fiquei porque precisava trabalhar, fiquei em casa todos os dias até que chegou sexta-feira e meus amigos me chamaram pra uma festa da minha faculdade, como ja estava de saco cheio de ficar em casa fui pela primeira vez em muito tempo sai sozinha pra me divertir com meus amigos e a noite foi ótima, mas acabei bebendo demais e a festa acabou cedo, chegando em casa estava muito bebada e quando fico assim fico cheia de tesão, e como estava acumulado a um tempo resolvi sair.

Até os 18 anos eu ainda era virgem e não tinha namorados, tinha paqueras rápidas com os meninos do condominio que sempre acabavam resultando em cintadas para mim, meu corpo também ainda não era ainda muito desenvolvido, mas dos dezoito aos dezenove anos minhas formas deram um salto de repente, passei de menina magrela para novinha gostosa, foi quando meus maiores problemas começaram com os rapazes loucos para me comer e o papai fazendo guarda feroz!Naquela época notei uma mudança radical em papai, qualquer reclamação ou suspeita da mamãe ele me castigava de um jeito diferente agora.

Ela trabalha aqui em casa há bastante-Te quero.

Passei o braço por volta de seu pescoço puxando-a para perto e desci a mão até seu peito, apalpei o seio direito, apertei.