Vagabunda Chupando A Pica Dura

Vagabunda Chupando A Pica Dura

Vagabunda Chupando A Pica Dura

Ele empurrava a rola prá dentro e eu gemia e tentava relaxar… não porque ele tava mandando, mas porque não tinha outro jeito, qualquer pequeno movimento daquela tora me arrancava gemidos, suspiros, quase me faltando o ar. Era um colégio pequeno, com poucos alunos nas salas (na minha tinha menos de 30), o que fazia com que todos se conhecessem.

Saí do banho, ela disse com a maior cara de vagabunda, pode vir comer… Fui em direção a ela, a encarei, agarrei e dei um beijo naquela boa gostosa, chupei o pescoço, abri o robe e caí de boca naqueles peitos siliconados até ouvir ela gemer, daí desci pra buceta depilada e molhadinha e ela endoidou de vez e dizia, ai que saudades de uma vara, adorei ficar olhando você tomando banho na praia, deu vontade de cair de boca. Mas nem pensei nisso, naquele momento. Quando chegou ao orgasmo ela se tremia e eu escutava pequenos gemidos e via sua boca aberta enquanto ela sentia aquele orgasmo intenso então pos meus dedos em sua boca e logo falou-Minha vez , deliciaComeçou a me chupar como se esperasse que a alimentasse com leite, me chupava com força, estava adorando aquela boca, aquela língua em mim… estava gemendo com seus dedos… ela colocou a mão na minha ppk , eu estava escorrendo de tesão, começou a me masturbar, que delicia que era aquilo… ela viu que estava adorando e começou a aumentar a força, metia dois dedos dentro da minha boceta, falava que queria me ver gozando com ela me chupando os seios e acariciando a minha boceta, o que não demorou a acontecer, galopava na mão dela gozando estava com muito tesão, acho que nunca nenhum homem me fez gozar daquele jeito , que incrível que foi.

Levou-o ao seu quarto, onde ele pôde pegar nos seios dela, mamar neles.

Sempre curti mina e já tive várias namoradas, mas essa foi a primeira doida que curtia pés. Então mesmo meu esposo indo nada mudou, tudo continuo como era.