Vazou Na Net Minha Namorada Estupidamente Gostosa Pica Preta Borrachuda Socando No Rabo Com Seu Ex-noivo Vacilão De Recife – Pe

55 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

55 seg

Categoria:

Tag: ,

Vazou Na Net Minha Namorada Estupidamente Gostosa Pica Preta Borrachuda Socando No Rabo Com Seu Ex-noivo Vacilão De Recife – Pe

Vazou Na Net Minha Namorada Estupidamente Gostosa Pica Preta Borrachuda Socando No Rabo Com Seu Ex-noivo Vacilão De Recife – Pe

No sabado, acordamos por volta das 09:00hs, aprontei-me para ir ao café e praia, Marcela ficou no apto se arrumando, enquanto esperava fora do apto, quando saiu veio de fio dental e uma entrada de banho, perguntou que tal?, disse que tava linda e gostosa, tomamos café, o hotel tava lotado, no café reparei mesmo que tinha um grupo grande de jovens, e ficaram olhando pra ela, saimos pra praia, fomos para uma barraca, o garçom nos serviu caipirinha e petiscos de peixe, ficamos bem a vontade, Marcela vez por outra ia a praia tomar banho, quando voltava via que até o garçom olhava, até comentei e ela ria, voltamos por volta das 14 horas pro hotel, ficamos na piscina, numa tenda e ela numa cadeira bronzeando a bunda, tinha uma rapaz que estava vizinho a nós e o se apresentou dizendo que estava com um grupo de Recife, na conversa disse que veio com os amigos passear, que estava sozinho e os demais com as namoradas, pois tinha saido de um relacionamento a pouco tempo e queria no momento ficar só sem compromisso, senti que ele tava jogando charme pra cima da Marcela, me deu ciumes e tesão ao mesmo tempo, bom já estavamos um pouco tontos com tanta caipirinha, Marcela foi pra piscina ficamos conversando, então fui no apartamento buscar o celular, quando voltei, os dois estavam na piscina bem perto um do outro conversando e rindo, quando cheguei a Marcela saiu da piscina e o rapaz ficou lá, pouco depois saiu também, notei um volume no seu short, mais nada comentei e Marcela só ria, então, como já era tarde quase 18 horas, nos despedimos, o cara já descarado apertou minha mão e deu um beijinho no rosto da Marcela, saimos também, perguntei o que houve pois tinha visto os olhares e vi o volume no short dele, ela disse amor não foi nada demais, ela olhou pra mim e viu que eu também tava de pau duro, riu e disse no apto te conto, chegando lá ela disse que quando sai ele foi pra piscina e ficou cantando ela, que encostou o pau nela, dizendo que era gostosa, ela disse que eu poderia vim e não fez nenhuma reação, disse amor ele ta tarado em mim, não fizemos nada, foi logo pegando no meu pau, ela então disse não faço nada pra te magoar, então tive coragem e disse não amor, estou gostando disso, então tomamos banho, Marcela disse podemos fazer algo diferente que nunca fizemos eu disse você que comanda então ela disse não vai ficar com raiva nem ciumes, eu disse não amor, então tomei banho e me deitei pra descansar, ela ficou um tempão no banheiro, voltou colocou uma calcinha branca de renda, uma saia preta justa e bem curta, uma blusa branca sem sutiã, mostrando os peitões, saimos para o deck pra tomar um vinho, quando o rapaz chega com o grupo, ficaram conversando, veio nos cumprimentar,disse vocês vão sair, ele disse sim, perguntei não quer ficar conosco, a Marcela só olhando, então ele disse legal vou avisar o pessoal, voltou sentou-se conosco no inicio só papo banal, pois o clima tava meio tenso, quando perguntei ja ficou com casal, ele disse nunca, perguntei tem camisinha ele disse sim, eu disse vou pro apto espero vocês la, depois de uns 15 minutos chegaram já abraçados, Marcela já bem a vontade sem batom, ficaram num amasso e eu sentando numa poltrona, quando Marcela tira o pau dele pra fora, vi que era duro mesmo, e medio, começou a chupar, depois foi tirando a roupa, ficou só de calcinha deu a buceta pra ele pegar, depois deitou-se e ele passou a chupar sua buceta, ele colocou a camisinha e meteu, como ela esta com muito tesão começou logo a gemer dizendo que tava gozando, virou-se e ele passou a come-la de 4, ela gozou umas 3 vezes pra depois ele gozar, depois disso ela pediu pra ele ir embora, ele atendeu e ficamos, fui pra perto dela, institivamente ela colocou minha mao na sua buceta que pingava com seu gozo pedindo pra mim meter meti e gozamos juntos, foi maravilhoso minha vez como corno assumido.

E falei – abre essa bunda denovo putinha linda-come minha bunda — mais rapidoooOla amigos, essa é minha primeira postagem no site, tenho varias historias reais que aconteceram comigo durante o tempo em que fui taxista, hoje sou professor de música e não tenho a mesma disponibilidade de tempo que tinha antes, bom quero começar esse conto sobre uma morena casada de 44 anos que conheci pelo Facebook, ela mora numa cidade do interior do estado onde moro, na verdade foi uma dupla traição, ela sendo casada, traiu o marido, e eu, traindo a irmã dela, com quem tenho um relacionamento secreto, pois também é casada, vou chama-la de VAL, pois bem, eu e Val nos conhecemos pelo Facebook, trocamos algumas conversas e logo já eramos íntimos, sempre conversávamos sobre o relacionamento dela, que ia mal, o marido não a satisfazia na cama, em 20 anos de casada, Val poucas vezes chegou ao orgasmo, Val é uma morena de estatura mediana, cabelos negros lisos na altura do bumbum, coxas grossas e torneadas, bumbum tipo XGG, enorme e empinado, uma mulher muito atraente, mesmo com 44 anos de idade, um certo dia ela me disse que estava na capital para resolver uns assuntos particulares, então eu disse que queria ve-la, pois como eramos amigos precisávamos nos conhecer pessoalmente, ela pediu para que eu fosse buscar ela no centro para leva-la em casa, ja que eu era taxista e estava chovendo, prontamente fui buscar ela, e fiquei louco quando a vi, realmente encantadora e muuuuuuuito sexy, estava com um vestido de alça que ia ate os joelhos, percebia-se que estava usando uma calcinha fio dental, pois o vestido marcava bem seu bumbum, quando entrou no carro me deu um abraço e disse que queria ir pra casa, perguntei onde era e ela me passou o endereço, saimos conversando ate que pegamos um pequeno trecho da BR, pois o trajeto exigia, perguntei sobre o casamento, ela disse que estava mal, pois fazia mais de um mes que não tinha relaçoes com o marido, indiscretamente perguntei se estava “a perigo”, ela envergonhadamente respondeu que sim, num ato de impulso coloquei as mãos em suas coxas e comecei a acariciar, senti sua pele arrepiar, perguntei se ela estava com pressa de chegar em casa, ela respondeu que não, então ey entrei no primeiro motel que vi na frente, mal entramos no quarto ela ja estava só de calcinha, fiquei contemplando aquele monumento na minha frente, a coloquei deitada na cama e comecei uma sessão de sexo oral bem demorada, dando uma atenção especial para seu clítoris, ela suspirava e gemia alto, puxava meus cabelos com força pedia mais, ate que gozou, cravou suas unhas nas minhas costas, mas eu não parei, bebi ate a ultima gota do melzinho que escorria de suas pernas, então eu deitei na cama e ela veio por cima, sentou no meu pau, que ja parecia uma barra de ferro, e vi aquela morena deliciosa cavalgar em cima de mim, ela gemia alto, gritava, então ela saiu de cima de mim e ficou de 4, pediu para eu meter com toda a força, atendi prontamente, logo ja estava segurando seus cabelos e socando como ela adorava, senti que ia gozar e ela pediu pra beber meu leitinho, soltei jatos de porra em sua boca, ela dizia que eu tinha feito como nunca ela tinha sentido, depois de uma ducha, ainda ganhei um oral maravilhoso dela, ainda mantemos contato mas nunca mais tivemos a oportunidade de repetir nossa brincadeira, espero que tenham gostado do relato, se tiver alguns comentários relatarei outros contos, garanto que são 100% verdadeiros, gostaria de trocar emails e mensagens de whatts com pessoas de todo o Brasil, fico no aguardo de todos meu whattsapp é 6993189596.

Minha mãe dizia obscenidades e tentava abrir ainda mais as pernas para facilitar a penetração, que não parecia muito fácil.

Então me levantei e dei uma camisinha pra ele, mais que depressa ela baixa as calcas e apareceu uma geba preta, grande, grossa e aparentemente muito dura, ela ficou extasiada quando viu, entoa ele colocou a camisinha e passou a meter na xaninha da minha mulher que gemia casa vez mais alto e eu só observando.

Fiquei me masturbando bem devagar, sentindo meu pau ficar estupidamente duro, grande.

Óbvio, vc tem uma boquinha gostosa não tinho como controlar as reações de meu corpo disse. Marcos inclinou-se por cima do ombro da namorada, beijando a boca da Patrícia.