Vem Negão Pauzudo Me Beija Me Fode E Goza Na Minha Boca

Vem Negão Pauzudo Me Beija Me Fode E Goza Na Minha Boca

Vem Negão Pauzudo Me Beija Me Fode E Goza Na Minha Boca

Tive um momento que o sortudo tem que conviver, quando sentávamos vc de pernas cruzadas, sua coxas continuava atraído olhares deixando o tesao brotar nos dançarinos que não conseguiam disfarçar seus olhares e eu vibrando de ver minha amante gostosa e provocante ser desejada por tantos e se entregando pro negão que ficava ainda mais doidao de tesao por está te exibindo e ver vc que insinuava com seu charme e sua sensualidade deixando os caras de olhos cravados em vc. Então tentei comover eles com minha triste história.

Novamente ele quis gozar na minha boca e toda submissa e bem sensual sussurrei:rn-quer gozar na boquinha…da sua putinha…né…seu safado…goza…enche minha boca de leitinho…tarado…goza gostoso…sua nora querida…agora é sua escrava sexual…é disso que vc gosta…seu tarado pauzudo! Goza!rnEle deu um urro e novamente gozou abundantemente enchendo minha boca.

Bem continuamos dançando ele com a minha calcinha na mão, falou baixinho; vem rebolar vem safada, eu louca p sentir aquela pica grossa na buceta, fui dançando me esfregando nele, sentir a pica já dura e falei, amor quer fuder bem gostoso nessa sua pica, me come amor? ele respondeu, vou te fuder bem gostoso minha putinha, eu rebolando a bunda no seu pau, e minha buceta já escorrendo meu líquido, com a beceta toda encharcada, ele me levou p um canto na boate e abriu o zíper da bermuda e falou; olha sua puta como vc me deixa,eu louca p sentir( nunca tive tanta vontade em dá p ele)vem amor mete gostoso nessa buceta que é toda sua, ele encostou mais em mim,levantou um pouco minha perna e meteu tudo de uma vez, eu dei um gritinho e ele me beijou para abafar o som,eu sentindo aquele pau grosso q eu tanto gosto entrar rasgando em mim, ele falando no meu ouvido, rebola sua puta vai, eu rebolando gostoso, levada pelo ritmo q estava tocando, ele me encostou na parede e começou a meter forte e falando vou encher vc de porra,sua putinha,não é pica q vc quer então toma, e eu, ai amor que delícia de pica vc tem, ele qdo chegar em casa vc vai dá esse cuzinh p mim vai( nisso ele meteu um dedo no meu cu,e eu me arrepiei toda) e ele falou vc gosta né safada de dá esse cuzão p mim né, eu; adoro amor, em casa vc promete meter bem devagar p n me machucar,pois sua pica já machuca minha bucetinha, depois q falei isso ele começou a meter mais forte e falar vou gozar minha puta; ham,ham, me deu um beijo bem gortoso e eu sentindo sua pica pulsar dentro de mim, nos beijamos mais p acalmar os ânimos e voltamos para curtir o camarote.